>> vergonha nacional >> Impunidade >> impunidadE I >> impunidadE II >> VOTO CONSCIENTE >>> lEIA, PARTICIPE E DIVULGUE

Agradeço as oportunas e coerentes intervenções dos comentaristas criticando o proselitismo irresponsável do globoritarismo apoiado pela mídia amestrada banalizando as Instituições e o Poder do Estado para a pratica sistemática de crimes. Os brasileiros de bem que pensam com suas próprias cabeças ja constataram que vivemos uma crise moral sem paralelo na historia que esgarça as Instituições pois os governantes não se posicionam na defesa da Lei e das Instituições gerando uma temerária INSEGURANÇA JURÍDICA. É DEVER de todo brasileiro de bem não se calar e bradar Levanta Brasil! Cidadania-Soberania-Moralidade

Clique na imagem e veja a farra com o dinheiro público

Loading...

3.09.2015

Impeachment ou renuncia

IMPEACHEMENT,  RENÚNCIA OU INETERVENÇÃO CÍVICO MILITAR

DOC. 25 – 2015
repasse
A  situação política, econômica e social do Brasil está caótica e mesmo com
um governo insustentável. Vários brasileiros ilustres, intelectuais
reconhecidos como Ives Gandra, parte significativa das redes sociais,  os
partidos da oposições, mesmos alguns renomados juizes,   sustentam que já
há motivações necessárias e suficientes para a instalação de um processo de
impeachment contra a chefe do Poder Executivo, Dilma Rousselff.
As condicionantes  mais comuns num processo de impeachment são: gestão
fraudulenta e desacreditada; insatisfação política, econômica e social;
acusação de corrupção pessoal e generalizada nas instituições e empresas
estatais; falta de credibilidade interna e externa; caos na administração
das políticas de saúde, educação e segurança; equívoco suicida na política
externa; desobediência  de alguns dos postulados da Constituição; etc.
Todas essas condicionantes estão presentes no caótico governo de Dilma
Rousseff
Não,  necessariamente, serão precisos  mais de um  dos condicionante  acima
citados para dar motivo a um processo de impeachment de um chefe  dos Três
Poderes da República, mas  quando aqueles  condicionantes  somam-se
pipocam por todos os lados, as crises de administração, de autoridade, de
respeito as Instituições, de gestão dos negócios públicos e mesmo  de
respeito aos costumes da cultura de uma Nação.
Nesta situação e para salvar o País da insolvência, do descrédito externo,
ou de uma guerra civil, será preciso reunir todas as forças vivas da Nação
para impor   a substituição, de imediato,   dos responsáveis pela gestão do
Estado, a começar com o afastamento da presidente, por impeachment, ou de
uma revolução cívico-militar, ou ainda,  de sua  renuncia  forçada pela
pressão popular e/ou das Instituições não contaminadas.
Toda a Nação, está sendo convocada, para no dia 15 de Março, Domingo,
reunir-se, em praças públicas,  para forçar o Congresso Nacional a abrir um
processo de Impeachment para afastar a presidente Dilma  Rousseff, e/ou,
possivelmente, convence-la a renunciar  para salvar a Nação.
Brasileiros! No dia 15 de março, faça a sua parte e, democraticamente, saia
da sua comunidade, compareça as concentrações de brasileiros patriotas que
amam o Brasil e peçam o afastamento de Dilma Rousseff  da presidência da
República.

Fortaleza 02 de março de 2015

GRUPO GUARARAPES

Um comentário:

Thiago Gomes disse...

Eu e milhões de brasileiros almejamos a retirada desta escória do poder,limpa no congresso e nesse judiciário subalterno,estamos indignados,a esculhambação é total,o pt não vai sair,mesmo diante das evidencias,pois o mesmo é revolucionário'não é um partido politico normal e tal qual ele mirara os seus fuzis a nós ou talvez nos deixe viver sobre a condição de nos submetermos a pátria socialista ou muerte.